terça-feira, julho 16, 2002

Ainda no ônibus...

- Que raio de cheiro é esse...
- É berinjela grelhada, meu filho.
- Quê?
- Soltei um pum, gatinho.
- Pô, minha senhora, faz isso não, putz, que fedor!
- Ah, meu filho, é tão gostoso peidar, quer ver só? PUNFT!
- PUUUTZ, pára com isso, faz favor.
- Hihihihi...
- Cacilda, assim fica difícil! E agora, quem poderá me defender?
- EU!!!
- Antônio Fagundes, é você!
- Não contavam com a minha astúcia, sigam-me os bons, suspeitei desde o princípio, meus movimentos são friamente...
- Tá bom, chega! Seguinte, essa velha não quer parar de peidar, dá um jeito nela aí.
- Peraí, vamo verificar a situação. Ô minha tia, solta um gás aí!
- É pra já! PLOPT!
- Func, func...PELA MADRUGADA, isso é enxofre do inferno!
- Te falei...
- É, tá brabo mermo... MOTORISTA, PARE ESSE ÔNIBUS!
- Você vai nos ajudar, Fagundes? Vai expulsar essa velha do ônibus, não é?
- Claro que não... vou descer... essa é a minha parada.
Personalidade WIME da semana

Betty, a feia...
Uma excelente aluna, tem uma inteligência privilegiada. Depois de buscar trabalho durante um grande período, foi contratada como secretária do presidente da Eco Moda, uma das maiores empresas de confecção da Colômbia.
- Por quê você ouve esse lixo?
- Que lixo?
- Esse negócio de rock pauleira.
- Isso não é lixo.
- Claro que é. Tens que ouvir música clássica, cara. Vivaldi, Tchaikowsky, Bach, essas coisas.
- Mas eu ouço, pô, até curto os prelúdios de Chopin, e gosto muito de algumas obras de Mussorgsky, conhece?
- Quem?
- Mussorgsky, pô, um compositor clássico russo...vai dizer que nunca ouviu...
- Não...
- Pois é, e Carmina Burana de Carl Orff, o que você acha?
- Err...
- Sem contar o maravilhoso Concerto para violino n.º 2 em si bemol menor Op. 7 de Paganini. Nossa, e como eu gosto do quarteto para cordas em sol maior de Schubert. É ótimo, você não acha?
- Ahn...me diz aí, que bandas de metal você mais gosta?
Tem cobrador de ônibus que me tira do sério.
Fui pagar hoje a passagem e não tinha trocado, então dei 10 reais. Dá pra acreditar que o morfético do cobrador me deu todo o troco em moeda???
Fui andando pela rua parecendo um cofrinho ambulante... fazendo aquele tin-tin de moeda.

- Tio, você vende picolé?
- Não enche, garoto!

sexta-feira, julho 12, 2002

Tava começando a sentir falta da falta de sentindo das coisas que aqui escrevo...

Nossa... ficou bonito isso... meio gay, mas bonito...

Shirley viu que toda a família estava na sala e decidiu dar a revelação bombástica:

- Pai, mãe, quero ser paquita!

Sua mãe começou a chorar. Seu pai, o Sr. Tavares, ficou imóvel. Parecia um macaco de bronze.

- Eu não criei minha filha pra isso, ummmmmmmmmm...func...Tavares, faça alguma coisa!
- ...
- Tavares, seu pamonha! Reaja homem!
- Ahn...
- Pô, dou maior força, aí...eu até acho a Shirley jeitosinha...
- Cala a boca, Jailson! O que sua sobrinha vai pensar de você?
- Ela já sabe, né minha florzinha?
- Eu não coloquei minha filha pra estudar nos melhores colégios da cidade pra que depois que crescesse, me viesse falar uma coisa dessas!
- Pois é isso mesmo! Quero ser paquita e ponto final, é meu sonho de infância! Eu vou largar a faculdade de direito, as aulas de inglês executivo e tai-chi-chuan, e vou pra Globo fazer um teste!
- Ai meu Deus...Tavares, eu lhe imploro, faça algo.
- Cof...ruarrrr ptú!
- Minha filha, você tem 34 anos...
- Dane-se! Sou gostosa, sou sensual, não é titio?
- Pode crer...
- Sei...e essa tua perna que tu vive puxando?
- É...err..ahn...eu disfarço! É isso!
- Ah, é? Como?
- Hmm...ahn...na hora eu vejo!
- Sem contar essa sua verruga no joelho que você tem desde criança. Paquita usa saia curta, como você vai esconder esse bolo de carne?
- Buááááá, eu odeio vocês!

Se trancou no quarto por uma semana, ouvindo João Gilberto e consumindo horas de telefone com suas amigas. Seu tio ficou na porta pra tomar conta, lendo revistas de sacanagem.
O que?! Tem quase um mês que eu não escrevo nada?!? E daí?
Devagar a gente vai voltando...

sexta-feira, junho 21, 2002

Hoje, 10:40h, começou o inverno...

FOOOOOOOOODA-SE!!!
Essa eu não podia deixar passar...
Olha só o que saiu no Cocadaboa

Revistinha Cristã, a revista das crianças...

. Página 1
. Página 2
. Página 3

segunda-feira, junho 17, 2002

É isso mesmo...
Meu humor não está dos melhores hoje...
Portanto vê se não me enche o saco!!!

Pessoas que eu tratarei bem hoje:

. Minha namorada
. Minha mãe
. Minha irmã
. Meu cachorro

Se você não é uma dessas quatro... cuidado...
WIME Dicas: Link!

http://galvao.malukices.com
O Poder Judiciário (ou quem quer que seja responsável por isso) deveria ter vergonha de deixar que saia da cadeia o filho da puta que fez isso...

quarta-feira, junho 12, 2002

Nunca... jamais... em hipótese alguma comam costela de carneiro, feijão tropeiro, carne de sol e arroz com pequi na hora do jantar...
É uma espécie de poção mágica para atrair a Grande Fênix Bicadora...

Isso é que dá ficar brincando com as forças da natureza...

Tava eu aqui no laboratório de informática quando, de repente:

* flop... flop... flop...*
- ???
* FLOP... FLOP... FLOP...*
- Tá ouvindo esse barulho, Sérgio?
- Que barulho?
- Um bater de asas...
- Asas?
- É... presta atenção...
* FLOP! FLOP! GRAAAAAAA.... GRAAAAAA...

De repente meu intestino começa a se contorcer... mau sinal...
Esse bater de asas... o grito de uma ave de rapina... e meu intestino se contorcendo só pode ser uma coisa...

A GRANDE FÊNIX BICADORA ESTÁ SE APROXIMANDO!!!

Nessas horas tudo o que se pode faze é correr... correr muito até o banheiro mais próximo...
Consegui sair para um local aberto e pude ver a grande ave sobrevoando o edifício onde me encontrava...
Continuei correndo, desesperado, enquanto ouvia o tenebroso grito que precede seu ataque:

* GRAAAAAAAAA! GRAAAAAAAAA! *

Consegui chegar a tempo no banheiro...
Mas foi aí que as coisas pioraram...
Ouvi o bater de suas asas do lado de fora da porta... e o estrondo causado pelo peso de seu corpo tocando o solo...
Ela havia pousado!

Nessa hora, através de telepatia, ela me disse:

- Nunca mais zombe da Grande Fênix... um dia eu posso resolver pegá-lo e você não conseguirá chegar até um destes refúgios...

E dizendo isso levantou vôo...
Quem sabe para procurar sua próxima vítima...
E de repente, no meio da oficina de robótica, uma aluna da 4ª série começa a cantar:

Vai Serginho...
Vai Sergiiiinho...
Joguinhos e mais joguinhos com bola...

Tem esse...
Tem esse outro...
Esse também...
Esse clássico...
Esse não tem bola... mas tem jogador...

Todos devidamente roubados do Pulso Único

terça-feira, junho 11, 2002

Quem tem conexão boa (e quem tem conexão discada, mas tem saco de esperar...) não pode deixar de visitar a Fábrica de Quadrinhos...

(Atenção especial para as animações do Carlinhos e Deforméd Baby...)
Fazendo uma média com a patroa...

Flores para a Aline

Alguém aí já comeu costela de carneiro?
Andando por Montes Claros...

Velho - OLHA A LOTAÇÃO, PRA COQUÉ LUGAR É SÓ UM REAL.
Eu - É qualquer lugar mesmo?
- É sim sinhô.
- Ok, vamos para Salt Lake City!
- Salti o quê?
- Salt Lake City, Utah, Estados Unidos. Vai ter lá um congresso mundial de mórmons, e ouvi dizer que nessa época as mórmonas ficam no cio.
- Afe, senhô, não dá não, é muito longe!
- Você disse que era QUALQUER LUGAR por 1 real. Pois então. Já paguei. Agora zarpa!
- De jeito ninhum, o diesel num dá pra chegar nem no final da avenida, quanto mais essa Saltileque aí.
- Então devolve meu dinheiro que eu vou descer!
- Não sinhô, já andamo uns 2 quilômetro nessa prosa, já tá pago.
- Ok, ok...então deixa eu colocar um cartão meu aqui no seu carro.
- Que cartão, uai?
- Esse aqui, ó... minha empresa fez pra mim... bonito, né?
- Tá bom, pode botá, mas só se for no vidro do quebra-vento!
- Velho miserável!
- O quê??
- Gostoso...
Mílton se achava um cara especial. Gostava de aparecer em fotos, mesmo com pessoas que nunca tinha visto antes. Penteava seus cabelos de meia em meia hora. Saradão, malhava diariamente na YMCA. Usava camisa regata para que todos vissem seu peito cabeludo. Costumava abraçar seus colegas de academia e lhes fazia massagens. Tornar-se seu amigo era fácil, bastava lhe presentear com um cd do George Michael ou Pet Shop Boys. Sempre sorridente, todos os dias dava à sua avó, com a qual morava, uma flor ou um agradinho qualquer.
Mas um dia tudo mudou. Mílton se fechara para o mundo. Não sorria mais, não falava com seus colegas de malhação, cabelo assanhado, sua avó não o reconhecia mais. Assim ele ficou por dias, semanas, meses...ninguém sabia o que tinha feito Mílton perder sua luz. Um dia ele resolveu revelar a todos o motivo de sua desolação. Ditão, era esse o nome do motivo. Seu companheiro de todos os momentos, seu ombro amigo, seu braço acolhedor. Lhe trocou por uma ninfeta do programa do Sergio Mallandro. "- Aquele calhorda!", chorava Mílton. Não suportando mais o olhar recriminador de seus próximos, resolveu partir para bem longe, onde pudesse esquecer de tudo e recomeçar sua vida de uma página em branco. Foi para o Japão, onde conseguiu ser um ator de sucesso, interpretando a vigésima-nona encarnação do Ultraman. Mas os fantasmas do passado ainda o perseguiam, sempre que ia lutar com o monstro, via o rosto de Ditão fazendo beicinho. Cometeu suicídio algum tempo depois, injetando 20ml de tofu na veia.
Esses dias de capacitação tem sido divertidíssimos...
Só estando aqui para entender...
É só ficar sem escrever alguns dias que nenguinho já pensa que tu tá morto...
Num tô morto não, ô miserável...
Tava trabalhando pra poder terminar de pagar minha Ferrari Spider 360...

sexta-feira, junho 07, 2002

TO DO List para as próximas 24 horas:

. Pagar Telemar
. Pagar CEMIG
. Ligar PROCON
. Terminar CD dos colégios
. Confirmar hospedagem
. Cancelar matrícula
. Devolver livros na biblioteca
. Lavar roupa
. Preencher formulário de Educação Especial
. Comprar presente de Dia dos Namorados
. Passar na StarComputer
. Fazer compras
. Assistir ao jogo do Braisl
. Confirmar depósito no Banco do Brasil
. Terminar material para a capacitação

Agora deu pra entender porque não tem POST hoje?!?
Todo o castigo pra argentino é pouco...